Notícias

UBS retomam consultas presenciais para gestantes

28/04/2020

A partir de agora, as consultas médicas para gestantes guarapuavanas classificadas como risco habitual e risco intermediário voltam a ser feitas nas UBS (Unidades Básicas de Saúde) do município. A decisão segue as novas recomendações do Conass (Conselho Nacional de Secretários da Saúde) *e SESA*que também determina, assim como os decretos municipais, o estabelecimento de medidas de prevenção e segurança para esses atendimentos.

 

Conforme a nova portaria da Secretaria Municipal de Saúde, gestantes estratificadas como alto risco, terão as consultas intercaladas com o Centro de Saúde da Mulher, excluindo assim os atendimentos dessas pacientes nas UBS. Desde o início da pandemia, o monitoramento das gestantes do município era feito por contato telefônico.

 

Seguindo o protocolo de segurança, todas as consultas serão agendadas previamente e deverão ser feitas com intervalos maiores entre os atendimentos. Para evitar a exposição ao vírus, todos os materiais utilizados durante as consultas serão higienizados regularmente com álcool 70%. Além disso, todas as medidas de prevenção deverão ser adotadas pelas pacientes, como higienização das mãos e utilização de máscaras.

 

Neste momento, atividades como cursos e grupos de gestantes seguem suspensos para evitar aglomerações. Para orientações desse público, serão fornecidos materiais explicativos.

 

MONITORAMENTO

 

O monitoramento durante a gestação e no período pós-parto é fundamental, por isso, esse serviço continua intensamente. As gestantes e recém-nascidos seguem sendo contatados via telefone pela equipe do Centro de Saúde da Mulher, que avalia constantemente o quadro de saúde de ambos.

 

As visitas domiciliares para monitorar crianças menores de um ano também continuam normalmente. Quanto ao atendimento (puericultura) às crianças menores de seis meses serão agendadas mensalmente. Para as crianças que possuem entre seis meses e um ano de idade, as consultas serão agendadas a cada dois meses.

 

No caso de crianças avaliadas como alto risco,além do acompanhamento da UBS de referência, também serão avaliados pelo médico pediatra do Centro de Saúde da Mulher, MAAC (Modelo de Atenção às Condições Crônicas) e Cisgap, com agendamento prévio. Ressalta-se ainda que todas as crianças serão monitoradas através dos ACS e/ou equipe multiprofissional.