Notícias

SEMADS e Lideranças da Comunidade Paiol de Telhas entregam cestas básicas para a população quilombola 

28/11/2022

Ao todo, cerca de 300 famílias daquela Comunidade foram beneficiadas. 

 

Durante a última sexta-feira, e sábado (25 e 26 de novembro), a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (SEMADS), por meio do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) e a Defesa Civil, em parceria com as Lideranças da Comunidade Paiol de Telhas, realizaram a entrega de cestas básicas para famílias quilombolas, do distrito de Entre Rios e moradoras da cidade.

 

“A importância dessa ação é de aproximar o CRAS com a comunidade, pois muitas pessoas não declaram que são quilombolas no Cadastro Único, e, desta forma, aproveitamos para colher os nomes da lista, assim como o CPF, o número do NIS, para que posteriormente possamos consultar o CadÚnico e alterá-lo se for necessário. Ademais, essa aproximação é importantíssima para conhecermos as lideranças e assim, podermos realizar projetos futuros”, destaca Cibeli Tozzi, coordenadora do Serviço de Proteção Social Básica.

 

Ao todo, cerca de 300 famílias da Comunidade Quilombola Paiol de Telhas, do distrito de Entre Rios e que estão morando na cidade de Guarapuava foram beneficiadas. A ação ocorreu na última sexta-feira (25), direto na Comunidade, no distrito, e no sábado, dia 26 de novembro, no ginásio do CRAS 1, no bairro Xarquinho. Cada família recebeu duas cestas com itens básicos, contendo 21kg de gêneros alimentícios. 

 

Para o presidente do Conselho Fiscal da comunidade, Divonzir Emanuel Manoel dos Santos, essa aproximação do CRAS com a comunidade é essencial, haja vista que muitos moradores são carentes e não procuram ajuda. “A ação de hoje está sendo muito importante para todos, porque muitos não vão até o CRAS, e não procuram pela assistência. Às vezes, por não saberem muito a respeito do acesso que o poder público proporciona. É por meio dessas ações que podem receber as informações e assim reivindicar os seus direitos”, enfatiza.

 

A ação é viabilizada pela Câmara Governamental Intersetorial de Segurança Alimentar do Paraná (CAISAN/PR), junto à Fundação Cultural Palmares. A função logística até a destinação desses itens para as famílias quilombolas que são certificados no Estado, se deu por meio da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social.

 

“Estas cestas estão sendo direcionadas para o Núcleo de Guarapuava, ou seja, para a área urbana. Isso é muito importante, porque o alimento nunca é demais, sempre é bem-vindo. Além disso, com essas cestas, sobra um pouco mais de dinheiro para outra necessidade das famílias”, conta Silvana Silva da Cruz, agricultora familiar e moradora da comunidade.