Notícias

Retrospectiva 2022: Potencial turístico de Guarapuava foi destaque em nível estadual e nacional durante o ano

23/12/2022

O ano de 2022 foi de muito sucesso para o Turismo em Guarapuava. Em dois anos de gestão do prefeito Celso Góes, o município ganhou destaque nesta atividade que ultrapassou os limites do Estado e do País.

 

Há mais de 40 anos, 27 de setembro é celebrado como o Dia Mundial do Turismo. Desde 1980, a data foi estabelecida pela Organização Mundial do Turismo (OMT), em comemoração ao aniversário de uma década do Estatuto da Organização Mundial do Turismo, e visa ressaltar a importância econômica, social e cultural desta atividade.

 

O dia 27 de setembro foi escolhido por representar a data de adoção do Estatuto da Organização Mundial do Turismo, que se deu dez anos antes, em 27 de setembro de 1970.

 

A decisão foi tomada no âmbito da terceira reunião da Assembleia Geral da OMT, que ocorreu na cidade de Torremolinos, na Espanha, no ano de 1979. De acordo com a própria organização, além da data marcar o aniversário do principal documento balizador das atividades da OMT, ela é significativa por indicar o fim da alta temporada de turismo no Hemisfério Norte e o início da alta temporada no Hemisfério Sul.

 

O Dia Mundial do Turismo tem grande significado para toda a sociedade, pois pretende ressaltar sua importância nos aspectos sociais, culturais e econômicos. Mais recentemente, discute-se também o papel das atividades turísticas na promoção do desenvolvimento sustentável. Desta forma, todos os anos, a OMT leva atenção a um tema específico, com o intuito de explorar as diversas facetas do turismo e a sua relevância no mundo atual.

 

TURISMO EM GUARAPUAVA

 

As diversas atividades na área do Turismo nos últimos dois anos, elevaram o nome da cidade e hoje, Guarapuava é destaque no cenário nacional e mundial neste setor.

 

O ano de 2022 foi de muito sucesso para a Secretaria de Turismo e Eventos. Momento este que consolidou o retorno gradativo dos grandes encontros, como a Festa do Trabalhador, Megaencontro de Tratores, Festival Gastronômico, Coral dos Anjos, a Praça Encantada do Papai Noel com atrações artísticas e culturais.

 

O ano também foi de realizações de congressos, solenidades, conferências, workshops, formaturas, simpósios e palestras. Com este retorno, o setor voltou a fomentar a economia local.

 

Em dois anos de gestão do prefeito Celso Góes, o município ganhou destaque no segmento, atividade que ultrapassou os limites do Estado e do País. Atualmente a cidade ocupa o topo da lista dos lugares mais lembrados em se tratando de atividades turísticas, sobretudo, o Turismo Rural e de Negócios. Pensando nisso, várias atividades de capacitação foram realizadas ao longo do ano, com o objetivo de preparar pequenos produtores e empreendedores do setor. A realização de visitas técnicas feitas em locais estratégicos que já possuem uma consolidação no turismo como a cidade de São José dos Pinhais, a FETURIS 2022, em Gramado, Rio Grande do Sul, o 4° Salão de Turismo/ Conecte-se com a Natureza e o Parque Vila Velha em Ponta Grossa, foram atividades fundamentais na busca por melhorias no município.

 

As parcerias também são fundamentais para o fomento de eventos e do setor de turismo. Em 2022, não foi diferente com a Cooperativa Agrária e a Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO). A união resultou no planejamento de uma nova rota turística que está nascendo; o “Caminho do Malte e da Cevada”. Já com o SEBRAE, as palestras sobre “Turismo Sensorial”, uma abordagem inovadora para negócios, com a palestrante: Katalin Stammer, chamou a atenção do setor. Com esta mesma instituição surgiu o projeto DTI (Destino Turístico Inteligente), onde foram mantidos relacionamentos com empresas que mostraram interesse na temática, e, posteriormente, oferecidos workshops e mentorias para estimular a criação e aprimoramento de novos produtos de experiência turística.

 

“A prefeitura de Guarapuava tem uma missão muito bem definida, que é apoiar todas as iniciativas de fomento ao Turismo, sobretudo, a de dar condições para que possibilitem a prática do turismo rural. A nós, cabe incentivar esses empreendedores para que prosperem e elevem, cada vez mais, o nome de nossa cidade. Temos o dever de fazer com que nosso Turismo cresça cada vez mais e se mostre como referência para o Estado e o País”, observa o prefeito Celso Góes.

 

Todo esse potencial levou Guarapuava a ser destaque na 17ª edição da Feira Internacional de Turismo – Fit Cataratas, em Foz do Iguaçu. Na ocasião, o município foi apresentado como um dos principais destinos do interior no Estado do Paraná, para aproximadamente 10 mil pessoas em um dos principais encontros de turismo do Brasil e da América Latina. Entre os participantes, estavam agentes de viagens, operadores de turismo, empresas de transporte, meios de hospedagens, companhias aéreas, bares e restaurantes, instituições governamentais, guias de turismo e imprensa especializada.

 

O ano de 2022 também marcou a presença de Guarapuava, na Expo Turismo Paraná, organizada e promovida pela Associação Brasileira de Agências de Viagens do Paraná (ABAV-PR). O evento, que se deu em Curitiba, foi voltado aos profissionais da área. Além disso, Guarapuava foi destaque durante a reunião do Conselho Estadual de Turismo, em Foz do Iguaçu, onde foi realizada a apresentação do “Catálogo Paranaense de Turismo de Experiências”, do SEBRAE. A cidade foi um dos 14 municípios escolhidos como de maior potencial turístico paranaense. Neste “Catálogo”, que tem versões no formato físico e virtual, reúne informações, experiências, atrativos, rotas e dicas.

 

INVESTIMENTOS

 

O anúncio da Invest Paraná, impacta positivamente no turismo de Guarapuava, pois em conjunto com a Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Turismo (SEDEST), é promovido um programa de Vocações Regionais Sustentáveis, onde um dos seus componentes é o projeto de instalação de Michi-no-Eki no Estado, ou seja, são estações voltadas para o turismo regional, nas rodovias, implantando paradas obrigatórias, para quem desejar conhecer a culinária e os artesanatos locais, ou ainda sacar dinheiro, descansar, e saber informações sobre os atrativos da região. Esta iniciativa surgiu da cooperação do Estado com a província de Hyogo, no Japão. Guarapuava é um dos três municípios do Paraná que vai receber o projeto-piloto do Ponto Paraná – Vocações Regionais Sustentáveis.

 

A secretária de Turismo e Eventos, Katriane Mila, pontua que é gratificante fazer parte de uma equipe que pensa as atividades turísticas como um negócio com grandes oportunidades de crescimento. Para ela, investir em ideias e viabilizar projetos, são fatores fundamentais para o desenvolvimento desta atividade.

 

“O Turismo é um setor que tem o potencial de alavancar todos os outros em uma cidade e envolver toda a comunidade. Uma visita turística pode levar a pessoa a querer conhecer muito mais sobre a região e isto, leva a outros empreendimentos, como a construção de uma moradia, a abertura de uma empresa, por exemplo. E eu digo que nossa cidade está de braços abertos para receber a todos. Temos muitas belezas naturais a serem mostradas. Há infinitas possibilidades e oportunidades aqui. Parabéns a todos que trabalham sempre visando o melhor para o Turismo de Guarapuava, deixando a cidade muito mais hospitaleira e atraente para que todos os visitantes aproveitem e apaixonem-se por ela cada vez mais. Convidamos todos a virem para Guarapuava”, enfatiza a secretária.

 

A IMPORTÂNCIA DO TURISMO

 

O Turismo é considerado uma atividade alocada no setor terciário da economia. Estudos recentes mostram como essa prática tem ganhado cada vez mais espaço nas economias locais, uma vez que envolve tanto os estabelecimentos e serviços diretamente associados ao ramo, como de hotelaria e transporte, quanto outras cadeias produtivas e de serviços locais, a exemplo de restaurantes e lojas. Sendo assim, o Turismo é muito importante para a geração de receita para uma determinada localidade, movimentando diversos setores e atividades da economia, além de contribuir com a geração de empregos.

 

A importância do Turismo reside também na conservação de espaços e monumentos históricos e na criação de infraestrutura física e realização de melhorias naquelas já existentes, como ruas, parques, avenidas, praças e canteiros. Isso fomenta a recepção de viajantes e pode beneficiar, por extensão, à população que vive em áreas ou cidades turísticas.

 

Do ponto de vista do indivíduo, a prática do turismo permite o conhecimento de novos lugares, o contato com culturas que contrastam com as do cotidiano e a imersão em contextos sociais diferentes daqueles com os quais se estão habituados, contribuindo, em muitos aspectos, para a formação e desenvolvimento pessoal e humano.

 

ATIVIDADES

  

Muito trabalho, dedicação e tomadas de decisões foram pontos marcantes nas atividades turísticas e de eventos em Guarapuava. A atenção da administração municipal para com o setor foi fundamental, conforme elenca Katriane. Sem este apoio, a secretária observa que nada seria possível. “Com uma administração focada e trabalhando de forma harmoniosa, nossa Secretaria se relacionou com as demais e conseguimos, durante o ano de 2022, realizar grandes feitos no Turismo em Guarapuava. Os eventos foram fundamentais para esta retomada das atividades depois da pandemia de COVID-19.

 

Há muito mais a ser feito nos próximos anos e, com a colaboração de todos e muito trabalho, vamos conseguir tornar nossa cidade em um lugar cada vez melhor e mais atrativo para se visitar e para se viver”, finaliza Katrine.