Notícias

Secretaria de Educação inicia trabalho de reparos e reformas nas unidades da rede municipal

23/08/2021

Para garantir um ambiente escolar acolhedor e que atende a todas as necessidades de alunos, professores e funcionários, a Secretaria de Educação e Cultura vai investir R$ 5 mi de reais na manutenção dos prédios com reparos na parte elétrica e hidráulica, e na conservação de pisos, coberturas e pinturas, etc.

 

A educação está entre as nossas prioridades de investimentos. Precisamos garantir um ambiente cada vez mais seguro para nossas crianças e professores, auxiliando na recuperação do tempo e aprendizado que foram afetados de forma tão significativa pela pandemia, explicou o prefeito Celso Goes.

 

Todas as 71 unidades, 44 escolas e 27 CMEI’s, vão ser atendidos nos próximos meses. As obras já iniciaram em cinco unidades. Segundo o secretário de Educação, Pablo Almeida, o levantamento das prioridades de reparo de todas as escolas e CMEIS iniciou em janeiro. “Foi um pedido do prefeito Celso Góes para que arrumar, reparar e trocar aquilo que for preciso. Em seguida, fizemos um processo licitatório e agora nós estamos iniciando de fato, priorizando os locais que tinham uma maior urgência. A manutenção deve ser periódica para mantermos a boa qualidade de nossas estruturas”, declarou o secretário.

 

Obras são vistoriadas por equipes da secretaria de Educação.

 

Todas as obras estão sendo vistoriadas pela equipe da secretaria. Na última semana, a visita foi realizada nas escolas Professor Ruy Virmond Marques e São José.

 

Na Escola São José, o Centro de Atendimento Educacional atende a todos os alunos com necessidades especiais da rede. Entre as obras, está a reorganização dos espaços com instalação de proteção acústica nas salas. “Assim teremos um atendimento mais individualizado, porque apenas as divisórias não eram suficientes. Nós precisamos cada vez mais melhorar o espaço físico e atendê-los melhor”, explicou Cristina Guerra Daniel, coordenadora do Centro de Atendimento Educacional Especializado.

 

Já na Escola Ruy Virmond, os reparos iniciaram pelas portas e janelas, pintura das paredes, troca de piso na biblioteca e melhorias nos banheiros. Um projeto também prevê a readequação do refeitório.