Notícias

Secretaria de Educação explica reorganização de vagas em CMEIs de Guarapuava

27/01/2020

Debater, dialogar e buscar possíveis caminhos fazem parte dos objetivos de uma audiência pública. Por isso, na noite de quinta-feira (23), a secretária de Educação e Cultura, Doraci Senger Luy, participou de Audiência Pública, realizada na Câmara de Vereadores de Guarapuava, com objetivo de escutar a população e apresentar encaminhamentos da Prefeitura de Guarapuava para a disponibilização de vagas nos CMEIs (Centros Municipais de Educação Infantil) no ano de 2020.

 

Em 2018, houve adequação no formato de atendimento nos CMEIs, a fim de que o acesso à educação fosse ampliado no município. Algumas vagas integrais foram substituídas pelo regime parcial, ou seja, ao invés de atender uma criança o dia todo, a Prefeitura passou a atender duas crianças em períodos distintos. “Essa adequação otimizou o atendimento e ampliou o número de crianças matriculadas e frequentando a educação infantil, fazendo com que mais alunos tenham acesso a uma educação de qualidade em Guarapuava”, explicou a secretária. “Nos últimos anos, foram construídos 11 novos Centros Municipais de Educação Infantil, reformamos escolas, adequamos espaços para melhor atender nossas crianças. Há também professores e educadores capacitados e uma merenda escolar referência”, ressaltou Doraci.

 

Para o ano letivo de 2020, a partir do retorno do atendimento nas Unidades de Ensino, que começou hoje (27), os pais deverão solicitar transferência para o regime integral, sendo chamados para avaliação social. Também ocorre ajuste no tempo de permanência das crianças nos CMEIs. No regime parcial, ao invés do aluno ficar por quatro horas, ele passará a ficar cinco horas na Unidade.  Já no regime integral, o tempo de permanência será de oito horas.

 

Todas as solicitações de vagas em turmas nos CMEIs acontecem através de inclusão no Sistema de Cadastramento de Vagas para os Centros Municipais de Educação Infantil/SISCADCMEIS. Com esse recurso, não há uma lista separada em cada Unidade. Nenhuma criança passa na frente de outra, pois o formato de atendimento através do sistema garante transparência na matricula de todos.

 

Para se cadastrar, os pais ou responsáveis devem dirigir-se a um dos CMEIs. Assim que uma vaga for disponibilizada, compatível com a faixa etária e Unidade de Ensino pretendida, a Secretaria de Educação efetua contato telefônico com o/a responsável pela criança para encaminhamento da matrícula. O calendário escolar dos CMEIs para 2020 começa no dia 04 de fevereiro.

 

A audiência pública contou com a presença dos vereadores João Napoleão, Maria José Ribas, Pedro Moraes, Celso Costa, Jabur, Terezinha, Guto e Vardinho.