Notícias

“Quem cuida da mente, valoriza a vida” é o tema do 1° Dia “D” na Vila Concórdia 

25/06/2022

Neste sábado (25), ocorreu o 1° Dia “D” Informação Salva Vidas, na Vila Concórdia, do bairro Boqueirão. O evento, que promovido pelo grupo “Informação Salva Vidas”, reúne mais de 30 instituições parceiras, entre elas as secretarias municipais. De forma divertida, o encontro levou à população informação, serviços e atividades de lazer, saúde e recreação com foco principal na saúde mental dos guarapuavanos.

 

“Estamos muito preocupados com o aumento de números específicos de saúde mental. Com a pandemia, muitas pessoas perderam o emprego, familiares, e com isso, vieram as dificuldades financeiras, que acabam gerando crise de ansiedade e depressão. Então, pensando nisso e voltado tanto para o público infantil, adolescente e adulto, foi criado toda essa união de forças para trabalhar a saúde de todos os guarapuavanos”, enfatizou o prefeito de Guarapuava, Celso Góes.

 

A realização do encontro Dia “D” Informação Salva Vidas, foi possível após a realização de um levantamento pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde e parceiros, que constatou que de 2019 até 2022, o número de tentativas de suicídio e casos de pessoas com problemas de saúde mental tem aumentado no município.

 

“Nesta pesquisa chegou-se à conclusão de que o Bairro Boqueirão recebe o maior número de pessoas indo até à UBS buscando ajuda de saúde mental. Por isso, estamos realizando esse projeto piloto aqui. A nossa ideia é estender em breve para a cidade como um todo. A gente quer chamar a atenção da população para ter a informação do que é o transtorno, onde buscar ajuda e quando procurar”, conta Claudia Cúnico Locatell, coordenadora da Divisão de Atenção Especializada.

 

Para Mari Chaves, de 58 anos, moradora da Vila Concórdia, receber informações sobre a saúde mental é importante, pois não é só o corpo que importa, mas também a mente. “Mente boa, o corpo também fica bom. Com informação, conseguimos ajudar as pessoas que estão com problema, ou, pelo menos, tentar ajudar. Mesmo que talvez não consiga, sabemos onde orientar a procurar ajuda especializada”, falou a moradora.

 

A programação contou com atrações artísticas e culturais, brinquedos infláveis, pipoca, algodão-doce, atendimento de profissionais da área da saúde, assistência social e das demais secretarias. As equipes ainda percorreram o bairro realizando orientações e panfletagem sobre a temática. As ações prosseguem por mais quatro meses.

 

Estiveram presentes diversas autoridades, entre elas, secretários e secretárias municipais, vereadores e vereadoras, servidores públicos, sociedade civil, moradores da localidade, além de autoridades civis e militares.

 

O projeto também contou com o apoio das seguintes entidades:

 

— Câmara Municipal de Gurapuava

— Hemocentro Regional de Guarapuava

— Instituto Virmond

— Projeto Paixão pela Vida

— Grupo Mulheres Empreendedoras e Rotary Guairacá

— Shopping Cidade do Lagos

— Rádio T

— 26º GAC

— Secretaria municipal de saúde

— Rotary Club Guarapuava Lagoa

— Conselho de Pastores

— Associação Paranaense de Psiquiatria- APPSIQ.

— OAB Guarapuava

— ACIG

— SEMADS

— Secretaria de Esportes

— Faculdade Campo Real)

— Secretaria de Cultura.

— Sindicato Rural

— Sesc

— Interact Club

— Maçonaria Guarapuavana

— 16º BPM

— AGMA

— Hospital São Vicente de Paulo