Notícias

PROCON notifica banco e pede esclarecimentos sobre golpe do empréstimo consignado com prova de vida do INSS

19/10/2022

Os golpistas se passam por agentes do INSS e dizem ser necessário fazer a prova de vida. Neste ínterim, a pessoa é coagida a fazer empréstimo consignado.

 

O PROCON de Guarapuava instaurou um processo administrativo contra o Banco Pan para que este apresente esclarecimentos sobre novo golpe que vem sendo aplicado. O golpe consiste em induzir o consumidor a realizar empréstimo consignado sem seu conhecimento.

 

Os golpistas se passam por agentes do INSS. 

 

Conforme o PROCON, essa ação foi pautada em razão de denúncia recebida de uma consumidora. Ela recebeu uma mensagem em seu WhatsApp, afirmando que precisava realizar o recadastramento de seu benefício previdenciário. A golpista solicitou que a consumidora enviasse cópias de seus documentos, bem como que clicasse em um link que seria encaminhado para que fosse realizado a prova de vida no INSS, sob pena de bloqueio de seu benefício.

 

A cliente em questão, após encaminhar seu documento, clicou no link enviado. Contudo, ela desconfiou quando a atendente a orientou da desnecessidade da leitura das telas que se abriam, afirmando apenas que ela deveria aceitar todas. Diante disso, a consumidora se negou a realizar a solicitação e posteriormente verificou que se tratava de uma página para assinatura de contrato digital de um empréstimo no Banco Pan.

 

Com base na denúncia, o PROCON de Guarapuava notificou a instituição financeira para esclarecer os fatos, assim como apresentar os requisitos exigidos para o cadastramento de correspondentes bancários e de validação dos contratos realizados. De acordo com a Diretora do PROCON de Guarapuava, Luana Esteche, o banco é responsável pela conduta dos seus agentes. 

 

“O banco, quando realiza o credenciamento de correspondentes bancários deve manter controle quanto à conduta de seus agentes, posto que é solidariamente responsável por seus atos. Assim como tem o dever de verificar a idoneidade dos contratos de empréstimos realizados”, afirmou Luana.

 

Caso não haja o fornecimento das informações, bem como a demonstração da adoção de medidas de segurança para coibir esse tipo de prática, o PROCON poderá aplicar a penalidade de multa, assim como determinar a suspensão da realização das atividades da fornecedora na cidade de Guarapuava.

 

Entretanto, é importante que os consumidores tomem algumas medidas de segurança para que não caiam em golpes dessa natureza. 

 

Confira algumas dicas:

 

– O INSS nunca entra em contato direto com a pessoa para solicitar dados, nem pede o envio de fotos de documentos por e-mail, WhatsApp ou outros canais de mensagem.

 

– O canal digital oficial para envio de documentos é o Meu INSS (disponível pelo site ou por aplicativo para celular). O segurado jamais deve enviar documentos por e-mail.

 

– O número do SMS usado pelo INSS para informar os cidadãos é 280-41. O INSS nunca manda links. Apenas informa sobre o andamento dos processos no Meu INSS.

 

– A biometria facial deve ser feita exclusivamente pelo aplicativo gov.br.

 

– Sempre que o INSS convoca o cidadão para apresentar documentos, essa convocação fica registrada no Meu INSS e pode ser verificada pelo telefone 135.

 

– A pessoa deve utilizar apenas os canais oficiais de atendimento para cumprir qualquer solicitação do INSS, seja para agendar um serviço, seja para entregar algum documento: aplicativo/site Meu INSS ou agência da Previdência Social (com agendamento).

 

– Quando alguém telefona para o número 135, o atendente pode pedir algumas informações. Esse é um procedimento de segurança para confirmar a identidade de quem telefonou.

 

– Mantenha sempre atualizados os seus dados de contato, como telefone, e-mail e endereço. Isso deve ser feito pelo Meu INSS ou pelo telefone 135.