Notícias

Ouvidoria mantém atendimento no fim de semana para receber denúncias relacionadas aos decretos municipais

26/06/2020

Um dos canais oferecidos pela Prefeitura de Guarapuava para recebimento de denúncias sobre as medidas estabelecidas em decretos municipais para enfrentamento à Covid-19 é a Ouvidoria. Através do 156, a população pode denunciar irregularidades que estejam ocorrendo em estabelecimentos comerciais ou em praças e parques públicos com relação às medidas preventivas da pandemia.

 

E para ampliar a cobertura e reforçar a ação dos agentes de fiscalização Covid, a equipe da Ouvidoria já mantém atendimento de plantão nos fins de semana para estar à disposição da população recebendo denúncias relacionadas aos decretos municipais e ao descumprimento das medidas de prevenção e segurança, principalmente, neste período de alerta epidemiológico que o município enfrenta.

 

Conforme a diretora da Ouvidoria, Josilda Novacoski da Silva, a equipe trabalha de segunda a domingo, das 8h às 22h, com atendimento via telefone 156 e por meio do sistema online da Ouvidoria disponível para denúncias (clique aqui para acessar).

 

“Assim que recebemos a denúncia, fazemos o encaminhamento às equipes, de acordo com o caso. Por vezes, as informações recebidas envolvem uma denúncia que gera imediatamente um protocolo, que é repassado aos nossos agentes de fiscalização Covid para verificação no local. Em outros momentos, esclarecemos dúvidas sobre os decretos e medidas”, explicou a diretora.

 

As equipes que fazem as abordagens nos locais denunciados atuam em conjunto com a Polícia Militar, que faz o acompanhamento e a abordagem de forma integrada. “Estamos em contato constante com a Polícia, que é uma grande parceira nessas ações. É importante que a população saiba que o trabalho de fiscalização é diário, intenso e que os canais de denúncia estão sempre à disposição”, afirmou a agente de fiscalização, Joeci Aparecida de Lima. Após às 22h, a população pode contar com o aplicativo 190 PR, da Polícia Militar, que também atua em fiscalizações de aglomeração e cumprimento das medidas locais.

 

ALERTA EPIDEMIOLÓGICO

 

Vale destacar que desde 19 de junho, a Prefeitura atua com punições mais rigorosas para descumprimento das medidas municipais, devido ao período de alerta epidemiológico decretado na cidade até 13 de julho. Por isso, neste período, bares só poderão funcionar entre 8h e 20h. Estabelecimentos comerciais (essenciais e não essenciais) que não cumprirem as medidas de segurança poderão ser punidos com orientação, depois com multa de R$ 5 mil e até cassação de alvará de funcionamento, em caso de reincidência. Em residências ou locais particulares, a penalidade de multa de R$ 5 mil será para proprietários ou responsáveis onde esteja ocorrendo eventos que resultem em aglomeração de pessoas.