Notícias

Campanha janeiro roxo reforça o combate a hanseníase no município

15/01/2021

“Quando descobri, meu mundo caiu! Talvez, se soubesse que ia ficar numa  cadeira de rodas, eu aceitasse com mais facilidade do que saber que estava com essa doença. Pra  mim, era uma doença muito distante, nunca imaginei que  ia me atingir”. As  palavras são de  dona Maria* (nome fictício) e  representam cerca de 30 mil pessoas no Brasil, que por ano, são diagnosticadas com hanseníase.

 

Para marcar o combate a doença, o Ministério da Saúde criou a campanha “Janeiro Roxo” que visa conscientizar a população sobre a prevenção e o tratamento.

 

Neste mês, com apoio da Secretaria Municipal, reforça aos guarapuavanos sobre a gravidade da doença, pois uma mancha na pele, pode ser um alerta para a hanseníase. Os sintomas demoram a aparecer e por isso, precisam de um monitoramento intensivo. A hanseníase tem cura, mas o diagnóstico precoce é crucial para o controle da doença. Para isso, o município oferece acompanhamento completo e gratuito para a população por meio das UBS (Unidades Básicas de Saúde), desde os exames e tratamento.

 

“Em 2020, foram notificados 16 casos de hanseníase em Guarapuava, 67% destes, são mulheres. Não tem sexo e nem uma faixa etária específica. Mas o quanto antes iniciar o tratamento, o risco de o paciente apresentar algum grau de comprometimento é menor. Portanto, o aparecimento de manchas com perda de sensibilidade deve ser avaliado por um profissional de saúde. Também realizamos o acompanhamento dos familiares e após a cura, monitoramos o paciente em até cinco anos”, explicou a enfermeira e coordenadora do Programa de Tuberculose e Hanseníase, Marlene Terezinha Borecki.

 

Transmissão

A hanseníase é uma doença  infectocontagiosa causada pela bactéria Mycobacterium leprae.  A transmissão é feita por meio do contato próximo com o paciente não tratado, sendo transmitido por meio de gotículas, ou seja, espirros, tosse ou secreção. Por isso, a prevenção ocorre com a avaliação e aplicação da vacina da BCG nos contatos domiciliares.

 

Em caso de suspeita da doença, procure a UBS mais próxima e realize o exame. Em Guarapuava, a campanha Janeiro Roxo se estenderá até o fim de janeiro.