Notícias

Ação solidária realiza troca de alimentos por máscaras em Guarapuava

11/05/2020

A partir desta segunda-feira(11), os guarapuavanos podem trocar 1kg de alimento não-perecível por uma máscara, acessório importante para a prevenção ao coronavírus. A expectativa dos organizadores é distribuir cerca de duas mil máscaras no ponto de arrecadação que fica em frente ao antigo Fórum da cidade. A entrega, para quem preferir, pode ser feita sem sair dos carros com o sistema de drive-in.

 

A ação é fruto da parceria entre a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, DEPEN (Departamento Penitenciário do Estado do Paraná), SESC (Serviço Social do Comércio), Escritório Social e PEG (Penitenciária Estadual de Guarapuava), e visa sensibilizar a população a ser solidária e contribuir com aqueles que estão em situação de vulnerabilidade social, como também, envolver a comunidade penitenciária na confecção das máscaras. “Nesse momento de isolamento social e de maior dificuldade econômica para muitas famílias, essa parceria tornou possível que o trabalho feito pelos detentos se transforme em uma ação concreta de solidariedade, pois, ao mesmo tempo que incentiva a prevenção, leva alimentos para a mesa de quem mais necessita”, afirmou o secretário da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Humano, Ari Marcos Bona.

 

Drive-in da solidariedade no antigo Fórum (Foto: Secom/ Prefeitura de Guarapuava)

 

Arroz, feijão, macarrão, açúcar, estão entre os não-perecíveis que podem ser doados, além de produtos de higiene. As doações buscam apoiar a população que é atendida pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social. A montagem e entrega dos kits com alimentos é coordenada pela equipe do Programa Mesa Brasil, do Sesc. “Continuamos em apoio a Secretaria, via a demanda da Defesa Civil. Fizemos repasses de cestas, ovos de páscoa, frutas e com a chegada dessas doações, possivelmente daremos um suporte maior as entidades, como Instituto Resgate, os Hospitais, Albergue, entre outros. Conforme a quantidade, nosso intuito é continuar montando kits com alimentos, verduras, produtos de panificação e etc”, explicou a nutricionista do Programa Mesa Brasil Sesc, Larissa Danguy Karam.

 

Na parte de corte e costura, os detentos da unidade da Penitenciária Progressão foram os responsáveis pela produção das máscaras. Cada máscara foi uma forma de contribuir para a reinserção social. “Desde o inicio da pandemia estávamos produzindo equipamentos de proteção para os profissionais da saúde. Mas percebemos o outro lado, a economia também foi impactada com o vírus, muitos perderam seus empregos e aumentou o número de pessoas que precisam de alimentos. Conseguimos alguns parceiros que nos doaram materiais e os presos já estavam na produção. Isto tem um impacto positivo não só na sociedade, mas para o preso que ganha redução de pena ou um pecúlio do estado, ele se sente parte disso”, declarou o diretor da Penitenciária Estadual de Guarapuava Unidade Progressão, Américo Dias Pereira.

 

A troca foi inspirada numa ação em Cascavel, com a iniciativa de contribuir para o enfrentamento da pandemia do Coronavírus. “Nossa expectativa é diminuir os impactos negativos desta pandemia, para que as pessoas não passem por necessidades básicas neste momento. Assim, os presos também se sentem importantes, vendo que estão atuando na sociedade, criando um vinculo simbólico com a comunidade”, destacou o coordenador do Escritório Social, Rodrigo Alves Fávaro.

 

Para os interessados em contribuir, a troca de alimentos por máscaras segue até o dia 23 de maio. O ponto de arrecadação funcionará de segunda a sexta, das 9h às 15h e, aos sábados, das 9h até as 12h, em frente ao antigo Fórum, na rua Capitão Frederico Virmond, Centro.