Notícias

2º Webinário promoverá nos dias 24 e 25, amplo debate sobre os reflexos da pandemia na vida das mulheres

11/03/2021

A propagação da COVID-19 impôs a necessidade de medidas emergenciais por parte dos governos de todo Estado. A crise econômica, a ansiedade e o medo de contágio causam estresse e aumentam a probabilidade das mulheres ficarem mais expostas a agressões por parte do parceiro íntimo. A situação é ainda mais complexa quando consideramos os impactos da pandemia na vida das mulheres, com um grande aumento de desemprego e o acúmulo de tarefas domésticas e cuidados com os filhos. Nesse contexto e em alusão ao mês da mulher, a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres em parceria com a Procuradoria da Mulher da Câmara de Vereadores, realizará nos dias 24 e 25 o 2º Webinário Regional de Políticas para as Mulheres.

 

 

A proposta do webinário é conhecer experiencias internacionais e pesquisas que fundamentem e inspirem nossa análise da realidade em Guarapuava e paranaense, sobre as desigualdades amplificadas pela pandemia, para que na sequencia possamos traçar programas e projetos que venham diminuir essas desigualdades, a partir dos envolvimentos dos setores público e privado e das pessoas individualmente também”, comentou a secretária de Políticas Públicas para a Mulher, Priscila Schran.

 

 

A programação inicia no dia 24, às 19h, com a palestra da advogada do Banco Mundial, Paula Tavares, direto de Washington DC. Paula é especialista sênior em políticas para as mulheres, com mais de 15 anos de experiência em desenvolvimento internacional e direito comparado com foco em igualdade de gênero, inclusão econômica das mulheres e desenvolvimento do setor privado, e vai abordar o tema “Equidade de gênero para o desenvolvimento econômico e a redução das desigualdades no pós-pandemia”. Para compreender a “Realidade do trabalho das mulheres paranaenses: índice de empregadas, desempregadas e informalidade”, o Webinário vai contar com a participação da Diretora da Agência do Empreendedor, Ana Claudia Klososki , com a economista, Raquel Dalla Vecchia e com a diretora da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, Elenita Lodi.

 

No segundo dia (25), o debate vai girar em torno dos possíveis caminhos que podem ser traçados para superar as desigualdades aplicadas pela pandemia. Por isso, a palestra do Think Olga vai abordar “É possível minimizar o impacto da pandemia na vida das mulheres? Apresentação do Laboratório de exercícios de futuro”. Em seguida o SEBRAE e a Professora Carlucia Maria Silva, da Universidade Estadual de Minas Gerias (UEMG) vão apresentar alternativas econômicas de amenizar a crise vivida pelas mulheres.

 

O webnário acontecerá em modalidade remota, pelo Youtube da Prefeitura de Guarapuava. Para participar basta realizar a inscrição até o dia 22 de março pelo link. Confirma a programação completa do 2º Webinário  de Políticas para as Mulheres, com o tema: “Os reflexos da pandemia na vida das mulheres: caminhos para vencermos juntas”.

 

 

24/03- “Compreendendo a realidade”

19h Apresentação das políticas para as mulheres executadas em Guarapuava, com a secretária Priscila Schran

 

19h20 Palestra Magna com Paula Tavares “Equidade de gênero para o desenvolvimento econômico e a redução das desigualdades no pós-pandemia.

 

20h Mesa redonda “Realidade do trabalho das mulheres paranaenses: índice de empregadas, desempregadas e informalidade”, com a Diretora da Agência do Empreendedor, Ana Claudia Klososki e com a economista, Raquel Dalla Vecchia.

 

25/03- “Possíveis caminhos”

19h Apresentação do relatório da violência doméstica e familiar em Guarapuava durante a Pandemia, com a coordenadora do CRAM, Thalyta Buco e Aline.

 

19h15 Palestra com Think Olga “É possível minimizar o impacto da pandemia na vida das mulheres? Apresentação do Laboratório de exercícios de futuro”.

 

20h15 Mesa Redonda – Você é seu maior empreendimento: “Possíveis caminhos para a redução da desigualdade social: empreendedorismo e economia solidária” Com o SEBRAE PR e Carlucia Maria Silva da UEMG. Seguridade social? Como encaixar?