Prefeitura Municipal de Guarapuava
Variedade de cevada do WinterShow beneficia produção dos cervejeiros artesanais do Caminhos do Malte
wintershow (3)

Capital paranaense da cevada e do malte, Guarapuava abastece a maioria das cervejarias do Brasil e, por meio do projeto Caminhos do Malte, da Secretaria de Turismo, desponta na rota turística das cervejas artesanais do Paraná. Ostentar esse título e atender o rigoroso mercado cervejeiro exigem variedades cada vez melhores. Nesse contexto, a pesquisa é fundamental, quesito no qual o município tornou-se referência com o WinterShow, maior evento técnico-científico do Brasil voltado a cereais de inverno, promovido pela a Cooperativa Agrária e a Fapa (Fundação Agrária de Pesquisa Agropecuária). Este ano, após quase uma década de pesquisa, aconteceu a apresentação de uma nova cultivar de cevada.

O vice-prefeito e secretário de Turismo e de Obras, Itacir Vezzaro, esteve no campo da Fapa, acompanhando as palestras e visitando os cerca de 90 expositores,  número recorde no evento que chega a 16ª edição. “Ao promoverem o WinterShow, a Agrária e a Fapa dividem, não apenas com seus cooperados como também com agricultores de todo país, tecnologia para os cereais de inverno, elevando a qualidade da produção, reduzindo custos e garantindo lucro. Tendo essa matéria-prima abundante no nosso quintal e guarapuavanos interessados em produzir cervejas artesanais para comercialização, a Secretaria de Turismo desenvolveu e implantou o projeto Caminhos do Malte”, afirmou.

Os resultados do projeto aparecem em números. Em menos de dois anos, subiu de duas para oito cervejarias artesanais em Guarapuava, com rótulos devidamente registrados no Ministério da Agricultura e Abastecimento. Até o fim do ano, serão 10. “O projeto municipal apoia e regula a atividade, promove o empreendedorismo e o associativismo e propicia a comercialização do produto, através de eventos e da rota turística do malte”, acrescentou Itacir.

Com o aumento da produção e do consumo, os cervejeiros artesanais agora querem ser conhecidos pelo sabor e qualidade dos rótulos, além de ampliarem a participação em eventos por todo Paraná e Brasil. Se depender da variedade de cevada apresentada no WinterShow, os guarapuavanos podem ficar tranquilos. O programa de melhoramento da Fapa desenvolveu a Imperatriz que não apenas atende os anseios dos cooperados da Agrária no que diz respeito à produtividade como também às particularidades exigidas pela indústria de fabricação do malte. “Entre os principais diferenciais estão o porte adequado, que a torna menos suscetível ao acamamento, e a grande tolerância a doenças, como mancha em rede”, explicou o pesquisador, Noemir Antoniazzi.

A Associação dos Cervejeiros Artesanais de Guarapuava agradece. “Cerca de 90% do malte utilizado pelos cervejeiros locais vem da Agrária. Ficamos entusiasmados em saber que o que era bom ficará ainda melhor com essa nova variedade. Nosso produto está conquistando o paladar dos guarapuavanos e dos moradores das cidades nas quais participamos de eventos. Então é o nome de Guarapuava que levamos para fora, da nossa cevada, do nosso malte e da nossa cerveja”, garantiu a secretária da Associação dos Cervejeiros Artesanais de Guarapuava, Ivonete Moraes, destacando que a cerveja servida durante o almoço do WinterShow é de fabricação local.

O 16º WinterShow, realizado entre terça e quinta-feira (15 a 17), recebeu 5.000 visitantes, um recorde de público. O número de expositores também aumentou em relação à edição do ano passado, chegando a 90 estandes de empresas e instituições ligadas ao agronegócio e à inovação. O coordenador da Fapa, Marcio Mourão, ressaltou que “os números refletem, sobretudo, o interesse dos cooperados e demais produtores rurais de se atualizarem sobre as melhores técnicas para rentabilizar as culturas de inverno”.

O evento também teve palestras sobre Inovação e o Futuro dos Negócios, com o empresário, investidor-anjo e professor pela FGV, Arthur Igreja; e Transformação Digital e o Futuro do Agronegócio, com empreendedor serial, investidor-anjo, mentor de startups e autor de 60 Dias em Harvard, Allan Costa. O cantor Leo Chaves encerrou o WinterShow falando sobre Gratidão: o ciclo constante do plantio e colheitas da vida. Como identificar o caminho certo. “O WinterShow é referência no agronegócio por difundir pesquisa e tecnologia, porém vai além e contribui com o fomento do turismo de negócios, movimentando a rede hoteleira, setores gastronômico e cervejeiro, entre outros”, finalizou o vice-prefeito de Guarapuava.

Publicado em: 17/10/2019

 



Gostou desta matéria? Então Compartilhe!

Voltar

Rua Brigadeiro Rocha, 2777 - Centro, CEP: 85010-210 - Guarapuava - Paraná - Brasil

Fone: (42) 3621-3000

Horário de Atendimento: 12:00 - 17:00

Youtube    Facebook    Instagram
CFW Agência de Internet