Prefeitura Municipal de Guarapuava
Projeto inédito identifica alunos guarapuavanos com altas habilidades e superdotação
altas habilidades (7)

A partir da proposta de identificar alunos do 1° ao 5° ano que apresentam indicadores de altas habilidades e/ou superdotação, desde o ano passado, as 43 escolas municipais de Guarapuava participam do projeto de pesquisa desenvolvido pelo programa de pós-graduação em Educação da Unicentro. Como explica uma das integrantes, a doutora em Educação, psicóloga e pedagoga Jarci Maria Machado, existem vários tipos de altas habilidades, que tendem a ser identificadas com comportamentos diferenciados. “São crianças questionadoras, com raciocínio rápido, capacidade acima da média e que geralmente se destacam em algumas áreas pelo bom desempenho, envolvimento com as atividades e criatividade”, aponta Jarci, que está fazendo pós-doutorado em Educação.

Após passarem por uma formação específica sobre o programa, educadores das escolas municipais selecionaram 220 alunos. O segundo passo contemplou um seminário e entrevista com os pais das crianças. Na tarde desta quinta-feira (22), o prefeito Cesar Silvestri Filho e a secretária de Educação e Cultura, Doraci Senger Luy, acompanharam e avaliaram os testes multidisciplinares realizados com os alunos e alunas da Escola Municipal Padre Estanislau Cebula. “Este projeto inovador e inédito traz uma nova visão para entender as crianças, que desde cedo terão suas potencialidades diagnosticadas, contribuindo para seu desenvolvimento pessoal, social e também científico”, enfatiza o prefeito.

As professoras relataram casos e falaram satisfeitas como o projeto ajuda a melhorar a forma de entender as especificidades de cada aluno pensando a educação especial, além dos alunos com necessidades específicas. “Com a parceria da pós-graduação, estamos melhorando a formação de nossas educadoras e da aprendizagem de nossos alunos. Essa brilhante oportunidade vai possibilitar com que nosso sistema de ensino esteja à frente. A partir das pesquisas e triagem conseguiremos a criação de Núcleos de Atendimento Especializado, por exemplo”, diz a secretária.

Após concluir as entrevistas, a próxima etapa será a formação dos demais educadores e o desenvolvimento de projetos no contraturno escolar com o objetivo de ampliar e dar suporte para o desenvolvimento das habilidades dos alunos. O projeto é desenvolvido através do CNPQ (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), com a parceria da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, acadêmicos e coordenadores do mestrado em educação da Unicentro e auxílio dos profissionais e estudantes da Faculdade Campo Real e Guairacá.



Gostou desta matéria? Então Compartilhe!

Voltar

Rua Brigadeiro Rocha, 2777 - Centro, CEP: 85010-210 - Guarapuava - Paraná - Brasil

Fone: (42) 3621-3000

Horário de Atendimento: 12:00 - 17:00

Youtube    Facebook    Instagram
CFW Agência de Internet