Prefeitura Municipal de Guarapuava
Programa melhora qualidade de vida dos pequenos produtores
especial agricultura (33)

A agricultora familiar Marilene Raine dos Santos, 55 anos, casada, mora em uma das 2.700 pequenas propriedades de Guarapuava. Em meio a hortaliças cultivadas no Vale do Jordão, ela e o filho se entusiasmam ao falar das mudanças na vida da família após o Programa Vida Rural, implantado no início da atual administração municipal. “Agora eu planto com tranquilidade, porque sei que terei onde vender meus legumes e verduras. Temos motivação para aumentar a produção”, diz, orgulhosa, destacando que participa de quatro Feiras do Produtor e da Feira Solidária, que faz a troca de alimentos por materiais recicláveis, além da entrega para a merenda escolar do Município e do Estado, através da parceria da Agricultura com programas federais, como o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) e o PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar).

Comprometida com o aumento de renda e qualidade de vida da população, a Prefeitura de Guarapuava já investiu mais R$ 13 milhões em equipamentos, máquinas, insumos e habitações para as famílias de pequenos produtores rurais. Com o Vida Rural, o morador da localidade de Monte Alvão, no Distrito do Guairacá, Oldair Zorzi, teve incentivo para sair da ilegalidade e tornar-se um micro empresário do setor de defumados. “Eu vendia clandestino, de casa em casa. Através do programa de agroindústria familiar, minha produção aumentou. Agora me sinto mais seguro, pois meus produtos têm certificado. Atualmente chegamos a vender em torno de 500 quilos de linguiças em cada feira. Melhorou a produção em 100%”, comenta Zorzi.         

O Vida Rural também proporciona benefícios aos produtores de leite. As famílias têm acesso a material genético de qualidade para melhorar o rebanho. Atualmente há 18 botijões de sêmen nas associações dos quatros distritos do município, beneficiando comunidades e assentamentos. Há 15 anos no Assentamento Bananas, Suely Caetano Gomes, 50 anos, conta que começou com duas cabeças de gado. “Os 30 animais que temos hoje são resultado de inseminação artificial do programa. A produção de 130 litros de leite por dia não seria possível se a Secretaria de Agricultura não desse esse auxílio”, diz a produtora. Na propriedade, o filho é o responsável pelo processo de inseminação artificial, após fazer um curso promovido pela secretaria. Já o casal José Alencar Duarte e Maria Elza Moreira comemora a economia na aquisição de vacinas e a imunização dos animais. “Cada animal sai a R$ 5,00 todo o procedimento. O dinheiro economizado a gente usa na manutenção do sítio”, comemora o morador do Distrito do Guará. Em 2014, através do programa, foram vacinadas cerca de 630 novilhas em mais de 400 propriedades do interior de Guarapuava.  

Depois de certo tempo produzindo verduras e legumes, Diego Francisco Szendela, 25 anos, agora divide seu tempo com o cultivo de morangos. “Com o incentivo da Secretaria de Agricultura, começamos do zero com a produção do morango semi-hidropônico. Por mais que sentíssemos um pouco de medo no início, todo nosso investimento está sendo recompensado, pois a demanda é bem grande”, avalia o pequeno produtor, que mora com a esposa, os pais e um irmão, no Vale do Jordão. Em nove meses de trabalho, ele e a família comemoram os resultados positivos. “Investimos em torno de R$ 12 mil na estufa e 3 mil mudas de morango. São aproximadamente 55 quilos por semana”. Toda a produção é vendida no comércio local.

O programa tem a parceria de outras secretarias municipais, entidades, sindicatos, cooperativas, Conselho de Desenvolvimento Rural, universidade, faculdades, Emater e o Colégio Agrícola. “Os parceiros somam na qualidade do programa que, cada vez mais, está mudando a realidade no campo”, afirma o secretario de Agricultura, Itacir Vezzaro, reforçando que o Vida Rural abrange ainda a obtenção de financiamento de custeio e investimento com encargos e condições adequadas à realidade da agricultura familiar, de forma ágil e sem custos adicionais.

O projeto Porteira Adentro, as habitações rurais, a parceria com o turismo rural, com as Caminhadas na Natureza, a correção e fertilização do solo, a produção de ovos caipiras e as parcerias nas panificadoras comunitárias e no miniprocessamento de alimentos também estão contribuindo com a qualidade de vida das famílias de pequenos produtores. “Em dois anos, temos muitos motivos para comemorar. Já foram entregues máquinas, como furgão refrigerado, retroescavadeiras, tratores, ensiladeiras e carretas basculantes, além de equipamentos para as comunidades. Todos têm acesso”, acrescenta a presidente da Carmug (Central de Associações Rurais do Município de Guarapuava), Zenilda Araújo.



Gostou desta matéria? Então Compartilhe!

Voltar

Rua Brigadeiro Rocha, 2777 - Centro, CEP: 85010-210 - Guarapuava - Paraná - Brasil

Fone: (42) 3621-3000

Horário de Atendimento: 12:00 - 17:00

Youtube    Facebook    Instagram
CFW Agência de Internet