Prefeitura Municipal de Guarapuava
Palestras e debate abrem I Simpósio Brasileiro de Dependência Química e Saúde Mental
simposio sobre drogas (1)

Na manhã desta quinta-feira (13), começaram as atividades do I Simpósio Brasileiro de Dependência Química e Saúde Mental: desafios e perspectivas, promovido pela Faculdade Campo Real, com o apoio da Prefeitura de Guarapuava. Durante a programação, os palestrantes abordaram temas como a atual situação do uso de crack e as políticas públicas da Secretaria de Estado do Paraná voltadas à questão da dependência química e saúde mental. De acordo com o coordenador do Departamento de Políticas sobre Drogas de Guarapuava, Giovani Caetano Jaskulski, o simpósio é resultado do trabalho que teve início no ano passado através da articulação da Secretaria de Assistência Social. “Hoje temos um grande evento com palestrantes de renome no país, mostrando que Guarapuava tornou-se referência nesta área”, avalia.

A assistente social e técnica em Desenvolvimento Social do Observatório do Crack, da CNM (Confederação Nacional Municipalista), Rosângela da Silva Ribeiro, falou que 75% da população paranaense tem problema com crack e outras drogas. “Guarapuava está sediando um evento de vanguarda, sendo extremamente positivo para a integração das secretarias e autoridades, levando a oportunidade para que a população possa debater o tema”, afirma. Uma mesa redonda fechou a programação da manhã, ministrada pelo chefe do Departamento de Atenção as Condições Crônicas, da Secretaria de Estado da Saúde, Juliano Gevaerd, sobre a implantação da rede de atenção à saúde mental no Paraná. Contando sobre o que realizam em relação à dependência química e saúde mental. “Guarapuava está evoluindo demais na discussão deste tema, caminhando para um local adequado e resolutivo no que diz respeito ao enfrentamento da saúde mental e dependência química”, opina. 

A troca de experiências continua amanhã (14), com a presença do diretor adjunto do Depsd (Departamento Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas) e médico psiquiatra, Carlos Alberto Peixoto Baptista, abordando o tema psicopatologia do uso, abuso de álcool, crack e outras drogas no contexto prisional. “Nós, enquanto departamento estadual, estamos satisfeitos com o trabalho que Guarapuava vem realizando, unindo a região e tratado do assunto com seriedade. De três anos para cá se constituiu referência para o Paraná, com a criação do Departamento de Políticas Públicas sobre Drogas”, exalta. Também estará o advogado e diretor do Depsd, Pedro Ribeiro Giamberardino, com a palestra “Planejamento de políticas públicas sobre drogas: desafios e perspectivas”.

 

Premiação do 1º Concurso de Desenho

No período da manhã, aconteceu a entrega de prêmios aos alunos vencedores do 1º Concurso de Desenho “Criar e prevenir – A educação e a família na prevenção do uso de drogas”, realizado nas escolas da rede municipal. “A ação do Departamento de Políticas sobre Drogas estimula a criança a ter uma psicoeducação das consequências causadas pelo uso de drogas. O resultado são jovens multiplicadores do bem e condutores de informações”, finaliza Jaskulski.



Gostou desta matéria? Então Compartilhe!

Voltar

Rua Brigadeiro Rocha, 2777 - Centro, CEP: 85010-210 - Guarapuava - Paraná - Brasil

Fone: (42) 3621-3000

Horário de Atendimento: 12:00 - 17:00

Youtube    Facebook    Instagram
CFW Agência de Internet