Prefeitura Municipal de Guarapuava
Ideb das escolas municipais de Guarapuava supera metas projetadas pelo MEC
IDEB Guarapuava

A cidade de Guarapuava superou a meta na educação proposta pelo Ministério da Educação (MEC) para o ano de 2013, no ciclo inicial do ensino fundamental (1º ao 5º ano), já no primeiro ano de gestão do prefeito Cesar Silvestri Filho. Na média geral, Guarapuava subiu de 5,2 em 2011 para 5,8, numa escala de 0 a 10. Os dados se referem ao Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado na última sexta-feira (05), pelo Ministério da Educação. “O resultado positivo obtido no Ideb em Guarapuava é o reflexo do empenho, dedicação e comprometimento de toda a equipe pedagógica, de professores, pessoal administrativo e apoio, que realizaram um trabalho com competência e responsabilidade, surtindo efeitos positivos no aprendizado dos alunos e, consequentemente, refletindo nos números do Ideb de nossas escolas de Rede Municipal”, comenta o prefeito Cesar Silvestri Filho.

Enquanto outros grandes municípios do Paraná apresentaram pequenos índices de crescimento, como Cascavel, por exemplo, que passou de 5,8 para 6,1, Pato Branco, que passou de 5,9 para 6,3 e Curitiba, que cresceu apenas 0,1, passando de 5,8 para 5,9, Guarapuava registrou um dos maiores índices de crescimento no Paraná, com aumento de 0,6 pontos no Ideb. Das 43 escolas municipais de Guarapuava, 36 superaram a meta, enquanto as outras sete escolas mantiveram o índice de 2011. O destaque foi para a Escola Municipal Julieta Anciutti, na Vila Buch, no bairro Bonsucesso, que atingiu 7,6 pontos, sendo que a meta era de 6,1. Em seguida aparece a Escola Antonio Lustosa de Oliveira com 7,4. Já a Escola Elcídia de Santa Maria Pereira, no Bairro Industrial, foi a qual apresentou a maior evolução, ao passar de 4,5 para 6,5.

De acordo com a secretária de Educação e Cultura, Doraci Senger Luy, com base nas taxas de aprovação e reprovação da rede municipal, foram traçadas estratégias e metas em cada escola para melhorar o desempenho dos alunos. “Esse resultado deve-se a uma série de medidas adotadas e estabelecidas a partir de uma nova cultura de gestão educacional em Guarapuava. Agora, nossos professores participam, com frequência, de projetos de formação continuada e têm estímulo para o ensino em sala de aula”, explica a secretária ao lembrar que o plano para atingir as metas do Ideb ainda incluiu a oferta do PIP – Projeto de  Intervenção Pedagógica no contraturno escolar que propõe  atividades de reforço escolar, com uma metodologia diferenciada em todas as escolas da Rede Municipal, além do bom relacionamento entre os pais e a escola, incentivo à leitura e a baixa rotatividade no quadro de professores, que também são fatores que interferem diretamente no processo de ensino aprendizagem.

Meritocracia

De acordo a Lei Municipal 1970/2011, os profissionais da Secretaria de Educação das escolas municipais receberão uma gratificação pelo percentual de aumento no Ideb. As metas de acréscimo para os professores têm por base o índice anterior de cada escola. “As escolas que tiveram crescimento no Ideb de 15% a 20% receberão uma gratificação de 20% sobre o salário base. Já as escolas que tiveram aumento de 21% a 25% ou mais vão receber acréscimo de 25%”, explica a secretária de Educação e Cultura, Doraci Senger Luy.

Segundo a Lei, são considerados os professores e os servidores cujas matrículas pertencem a todas as categorias funcionais, vinculadas ao município de Guarapuava, que estejam atuando em instituições de ensino. “Esse prêmio, determinado em Lei, tem por objetivo valorizar todos os profissionais da educação, que são os maiores responsáveis pelo nosso crescimento educacional”, finaliza o prefeito Cesar Filho.



Gostou desta matéria? Então Compartilhe!

Voltar

Rua Brigadeiro Rocha, 2777 - Centro, CEP: 85010-210 - Guarapuava - Paraná - Brasil

Fone: (42) 3621-3000

Horário de Atendimento: 12:00 - 17:00

Youtube    Facebook    Instagram
CFW Agência de Internet