Prefeitura Municipal de Guarapuava
Guarapuava integra a Campanha de Redução do Risco de Desastres da ONU
Catedral nova - aérea (1)

Guarapuava está integrando a Campanha Mundial de Redução do Risco de Desastres “Construindo Cidades Resilientes: minha cidade está se preparando”, iniciativa da ONU (Organização das Nações Unidas). Uma cidade resiliente é aquela que tem a capacidade de resistir, absorver e se recuperar de forma eficiente dos efeitos de um desastre e, de maneira organizada, prevenir que vidas e bens sejam perdidos.“Participar de uma campanha como essa contribui ainda mais com nosso trabalho em Guarapuava. A atual administração municipal, órgãos de segurança e entidades mantemos uma atuação coordenada para prestar atendimento eficiente e rápido em caso de enchentes, por exemplo”, afirma o prefeito Cesar Silvestri Filho.

O certificado atesta que Guarapuava possui um plano de ação que envolve dez passos, no qual estão incluídos aspectos essenciais para a resiliência da cidade. De acordo com a coordenadora municipal da Defesa Civil em Guarapuava, Rosely Haick Vitorassi, o município cumpriu os critérios estabelecidos pela ONU para participar da campanha, como criar a coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil e desenvolver o Plano de Contingência. “A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, em conjunto com a Coordenadoria Regional de Defesa Civil, realiza as ações preventivas, de socorro, assistenciais e reconstrutivas destinadas a evitar ou minimizar os desastres naturais e os incidentes tecnológicos e restabelecer a normalidade social”.

Como parte das ações da campanha, na próxima quinta-feira (22), será realizado um treinamento com a equipe da Defesa Civil Municipal. O encontro, referente ao SCI (Sistema de Comando de Incidente), começa às 9h, na Secretaria de Assistência Social. “O propósito é treinarmos nossa equipe para o entendimento de comando de incidentes para, quando houver anormalidades, a resposta seja rápida e articulada e cada um saiba qual papel desempenhar de forma organizada”, explica o cabo José Edemilson Espínola, do Corpo de Bombeiros.

Rosely Haick Vitorassi acrescenta que esse trabalho se soma às obras realizadas pela Prefeitura. No último final de semana e segunda-feira (10 a 12), o Simepar registrou 139,6 mm de chuva e ventos que chegaram a 70 km/h. Apesar disso, não houve registro de alagamentos. “Mesmo com o elevado volume de chuvas, as ações de prevenção da Prefeitura de Guarapuava, como desassoreamento dos rios e a construção de asfaltos com galerias pluviais, possibilitaram o rápido escoamento da água em diversos pontos de risco. O volume das chuvas baixou rapidamente”, finaliza a coordenadora municipal da Defesa Civil.



Gostou desta matéria? Então Compartilhe!

Voltar

Rua Brigadeiro Rocha, 2777 - Centro, CEP: 85010-210 - Guarapuava - Paraná - Brasil

Fone: (42) 3621-3000

Horário de Atendimento: 12:00 - 17:00

Youtube    Facebook    Instagram
CFW Agência de Internet