Prefeitura Municipal de Guarapuava
Famílias recebem chaves de apartamentos no Jardim Patrícia
entrega apartamentos jardim patricia (242)

O prefeito Cesar Silvestri Filho participou da entrega das chaves dos 64 apartamentos aos moradores do Jardim Patrícia, residencial construído às margens da PR 170, no bairro Alto Cascavel. A entrega aconteceu na manhã do sábado (08) e contou com a presença de diretores da Caixa Econômica Federal (CEF), de vereadores, de secretários municipais, do deputado federal André Vargas, do secretário de Governo do PR (e deputado federal licenciado) Cezar Silvestri e do presidente da Cohapar (Companhia de Habitação do Paraná), Mounir Chaowiche.

O Residencial Patrícia recebeu investimentos de R$ 4 milhões do programa Minha Casa Minha Vida, com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). As famílias beneficiadas possuem renda mensal máxima de R$ 1,6 mil, que pagarão parcelas equivalentes a 5% dos ganhos pelo período de 10 anos. Entre os investimentos do projeto estão os serviços de instalação das redes de água e esgoto da Sanepar, que não serão cobrados dos novos moradores e ajudarão a reduzir o valor total do financiamento. “Esta noite, não dormi. Estava ansioso para entregarmos conforto e segurança para estas famílias. Agradeço a todos os parceiros que foram de fundamental importância, pois entenderam a necessidade e o compromisso que o nosso governo tem de proporcionar uma vida melhor aos cidadãos guarapuavanos”, discursou o prefeito Cesar Filho, bastante emocionado.

Ao falar sobre Guarapuava, Chaowiche elogiou o empenho do prefeito, Cesar Silvestri Filho, nos projetos. “O prefeito Silvestri trata a habitação como uma de suas prioridades, pois tem a mesma compreensão do nosso governador Beto Richa de que a casa própria é a base do resgate social das famílias”, explicou. “Nós, na Caixa, somos treinados para atuar com políticas públicas. O prefeito Cesar nos procurou e eu o agradeço por isso, pois assim pudermos realizar ambos os sonhos, o nosso e de quem está recebendo estes apartamentos hoje”, destacou Luiz Henrique Borgo, superintendente regional da CEF. Já o secretário de Governo Cezar Silvestri ressaltou a importância da união de esforços dos governos em favor de amplas melhorias no setor habitacional guarapuavano.

Entre os beneficiados está Terezinha Lemes Pereira. Por muitos anos, a doméstica teve como sonho a casa própria. “Pago aluguel há 25 anos. Não teria condições de ter uma casa própria se não fosse este programa. O meu desejo é que mais moradias sejam entregues e que ajudem outras pessoas como eu fui”, afirmou Terezinha.

O secretário de Habitação e Urbanismo de Guarapuava, Flavio Alexandre, ressaltou que muito está sendo feito pela atual Administração Municipal para atender à demanda de moradias. “Hoje, estamos entregando 64 apartamentos, da qual me orgulho de ter acompanhado todo o processo desde a parceria até a construção. Mais moradias, com infra-estrutura necessária, estão sendo erguidas. Aqui ao lado temos mais 224 casas em andamento”, afirmou o secretário. “O governo anterior de Guarapuava entregou 300 casas em oito anos. A nossa meta inicial era entregar duas mil, aumentamos esse patamar e entregaremos três mil até o final da nossa gestão”, reforçou o prefeito Cesar Filho.

Terminada a entrega, as autoridades aproveitaram para visitar as obras do Residencial 2000, empreendimento que atenderá outras 500 famílias com novas casas. A exemplo dos outros projetos, o 2000 conta com o suporte técnico do Governo do Estado através da Cohapar e da Prefeitura de Guarapuava.

Processo de seleção

As famílias beneficiadas passaram por um rigoroso processo de seleção. A secretária de Assistência Social, Cristina Silvestri, e a equipe da pasta realizaram visitas e estabeleceram um cadastro levando em consideração critérios estabelecidos pelos governos federal e municipal, entre eles, pessoas da família com necessidades especiais e moradores de áreas de risco ou com vulnerabilidade social.

Os moradores vão pagar uma taxa mensal que pode variar entre R$ 25 e R$ 80, dependendo da renda mensal familiar. Após 10 anos, totalizando 120 prestações, as famílias serão as proprietárias oficiais dos apartamentos. “Os imóveis são intransferíveis, não podendo ser vendidos ou alugados. Se o morador desistir de morar no local, o imóvel é devolvido para a Prefeitura e repassado aos beneficiários que estão na lista de espera”, ressaltou o secretário Flávio Alexandre.




Gostou desta matéria? Então Compartilhe!

Voltar

Rua Brigadeiro Rocha, 2777 - Centro, CEP: 85010-210 - Guarapuava - Paraná - Brasil

Fone: (42) 3621-3000

Horário de Atendimento: 12:00 - 17:00

Youtube    Facebook    Instagram
CFW Agência de Internet