Prefeitura Municipal de Guarapuava
Diminui o número de famílias beneficiadas pelo programa Bolsa Família em Guarapuava
bolsa família (1)

Joana Terezinha Antunes só tem motivos para comemorar. Ela e o marido, José Sidnei Chagas, conseguiram melhorar a renda da família e até pensam em abrir um disk-pizza. Para o casal é uma grande conquista, pois, por seis anos, eles precisaram contar com a ajuda do programa Bolsa Família para sustentar os quatro filhos, Bryan, 10 anos, Gabriel, 7 anos, Emanuel, 5 anos, e Anthony, 2 anos. “Precisávamos desse auxílio, mas agora que nossa renda aumentou optamos pelo desligamento voluntário do programa. Nós desistimos do programa por saber que outras famílias podem ser beneficiadas”, diz o vendedor.

Assim como Joana Terezinha e José Sidnei, milhares de famílias conquistaram a independência financeira em Guarapuava nos últimos anos. Segundo dados da plataforma Sagi (Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação), em dezembro de 2011, eram 11.024 famílias cadastradas no programa. Em julho de 2015, o número caiu para 9.565 famílias. Isto significa uma redução de 12,65%, como indicado no Relatório Brasil Sem Miséria, do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. “Guarapuava vive um grande momento, com a conquista de vários investimentos, e que refletem no dia a dia da população, na melhoria do emprego e da renda. E esse bom momento está apenas no começo”, destaca o prefeito Cesar Silvestri Filho.

Para ampliar ainda mais a atuação em rede das secretarias de Assistência Social, de Educação e Cultura e de Saúde, a Prefeitura de Guarapuava instituiu a Coordenadoria Municipal Intersetorial do Programa Bolsa Família, visando o aprimoramento das ações voltadas aos beneficiários. O objetivo é acompanhar a situação das famílias para que haja o cumprimento das normas do programa, além de desenvolver estratégias para a melhoria das ações, como o combate às fraudes. “Integrando as ações da coordenadoria, os Cras [Centro de Referência de Assistência Social], de Guarapuava, auxiliam no encaminhamento de pessoas para o mercado de trabalho o que estimula os números positivos”, aponta a secretária de Assistência Social, Eliane De Carli.

Segundo o responsável pela gestão do SUAS (Sistema Único de Assistência Social) em Guarapuava, Valdir Rodrigo da Rosa, os números mostram que a administração municipal está garantindo a inclusão dos beneficiados em programas educacionais, como o Mais Educação, desenvolvido em 36 escolas do ensino fundamental municipal, e o Pronatec (Programa Nacional de Acesso Técnico e Emprego). “Com as escolas em tempo integral, os pais desenvolvem outras atividades, além disso cerca de 900 alunos formados pelo Pronatec puderam ingressar ou retornar ao mercado de trabalho”.



Gostou desta matéria? Então Compartilhe!

Voltar

Rua Brigadeiro Rocha, 2777 - Centro, CEP: 85010-210 - Guarapuava - Paraná - Brasil

Fone: (42) 3621-3000

Horário de Atendimento: 12:00 - 17:00

Youtube    Facebook    Instagram
CFW Agência de Internet