Prefeitura Municipal de Guarapuava
Comitiva visita terrenos para construção do Cense
IMG_4762

Dona Ana viaja 116km até Laranjeiras do Sul para visitar o filho. O jovem cometeu um ato infracional e está recluso cumprindo medidas socioeducativas. São mais de 3h na estrada, para poder encontrar seu filho. A situação de dona Ana é a mesma enfrentada por vários pais de adolescentes infratores de Guarapuava. Isso acontece porque, no município, não há nenhum lugar para abrigar esses jovens.

Na manhã desta sexta-feira (06), o Prefeito, Cesar Silvestri Filho, acompanhado do Secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do Estado do Paraná, Artagão Junior, da Deputada Estadual, Cristina Silvestri, de membros do Poder Judiciário e equipe técnica, visitaram três terrenos que poderão ser utilizados para construção do Cense (Centro de Socioeducação). “A equipe técnica da Secretaria veio de Curitiba para verificar as condições de solo e infraestrutura dos terrenos apresentados pela Prefeitura. Depois disso, iremos retornar para anunciar quais terrenos tem laudo positivo para abrigar o Cense e, em parceria com a Prefeitura, trataremos dos detalhes para compra e construção”, explicou o Secretário, Artagão Junior.

Apesar da chuva, a comitiva conseguiu verificar os três terrenos apresentados pela Prefeitura. O Cense abriga adolescentes em conflito com a lei que cometeram atos infracionais graves, como tráfico de drogas, latrocínio e estupro. Segundo a Juíza de Guarapuava, Rafaela Zarpelon, presente na visita, desde janeiro de 2016 até a data de hoje, dezenas de adolescentes que cometeram esses atos infracionais foram liberados por não ter vagas disponíveis. Para a Deputada Estadual, Cristina Silvestri, a construção do Cense poderá reduzir os números de violência e também auxiliar mais famílias na cidade. “O Centro irá trabalhar também com as famílias destes adolescentes, aumentando a chance de recuperação e a inserção deles na sociedade novamente. Além disso, os adolescentes ficarão perto da família, e isso realmente é decisivo para a recuperação deles”, disse a Deputada.

No projeto inicial, o Centro abrigará 88 adolescentes. “Esse é um problema gravíssimo em Guarapuava e que necessita ser olhado com mais cuidado pela administração. Não podemos perder essa oportunidade histórica e a boa vontade política para conseguir construir a unidade em nosso município”, comentou o Prefeito, Cesar Filho, agradecendo a união de esforços de vários setores para a concretização do projeto. “Este é um problema de segurança pública que afeta muito Guarapuava. Precisamos, com urgência, resolver isto. E em parceria com o Governo do Estado, esta realidade está mais próxima”, finalizou o Prefeito.

 

 

 



Gostou desta matéria? Então Compartilhe!

Voltar

Rua Brigadeiro Rocha, 2777 - Centro, CEP: 85010-210 - Guarapuava - Paraná - Brasil

Fone: (42) 3621-3000

Horário de Atendimento: 12:00 - 17:00

Youtube    Facebook    Instagram
CFW Agência de Internet