Prefeitura Municipal de Guarapuava
Assistência Social realiza mutirão para atualizar CadÚnico em Guarapuava
CadÚnico_01

A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) iniciou um mutirão para atualizar os dados do Cadastro Único de beneficiários de programas do governo federal, em Guarapuava. O trabalho teve início na manhã desta quarta-feira (09), no CRAS Xarquinho. “Os dados do Cadastro são uma importante ferramenta para que possamos conhecer a realidade das famílias e assim desenvolver ou aprimorar políticas específicas para as famílias em vulnerabilidade social”, explica a secretária de Assistência Social, Eliane De Carli.

O Cadastro Único é o responsável por identificar potenciais beneficiários dos programas sociais do governo, dentre eles, o Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida e Tarifa Social de Energia Elétrica, por isso estar inserido neste sistema, com o cadastro atualizado, é condição para quem tem direito a qualquer auxílio de assistência social do governo federal.

A assistente social, coordenadora do Departamento de Gestão de Benefícios da SMADS, Agatha Barreto, ressalta que as famílias devem realizar este recadastramento todos os anos para garantir o direito aos benefícios. “O mecanismo serve para atualizar endereço, renda e contato dos beneficiários. Aqui no Xarquinho convidamos as 150 famílias cadastradas para atualizarem seu cadastro hoje”, explica a coordenadora que programa os mutirões mensais nos quatro CRAS do município. “Faremos o próximo mutirão em abril, no Jardim das Américas, em seguida vamos para o Boqueirão e Morro Alto. Com isso também teremos um diagnóstico mais preciso da atual situação social em Guarapuava”.

De acordo com o último levantamento realizado pela SMADS, hoje existem mais de 20 mil pessoas inscritas no Cadastro Único, em Guarapuava, mas apenas 8.700 pessoas recebem o Bolsa Família. “Isso também é reflexo das novas oportunidades que estão aparecendo em Guarapuava. Não podemos nos esquecer que no ano passado, por vários meses ficamos entre os primeiros municípios na geração de emprego, além de importantes programas na área da saúde e educação que elevam os níveis sociais do nosso município”, explica Eliane De Carli.

Para fazer a atualização ou a confirmação dos dados, o beneficiário deve procurar o setor responsável pelo cadastramento no seu município ou um dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo. “Hoje em dia, as famílias já entendem que atualizar o Cadastro Único é importante para que o benefício – como o Bolsa Família, por exemplo – não seja bloqueado ou cancelado, além disso, Programa Minha Casa Minha Vida não seleciona famílias que estejam com os dados desatualizados no sistema. Por isso, a atualização é tão importante”, ressalta Agatha Barreto.

Quem pode se cadastrar?

Podem se inscrever no Cadastro Único as famílias que tenham renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa ou com renda familiar total de até três salários mínimos.

Quem tem renda familiar mensal superior a esses limites também pode se cadastrar, desde que sua inclusão esteja vinculada a um programa específico.

A inscrição da família no Cadastro Único não garante a entrada automática nos programas. Cada um tem suas regras de concessão.

Como se cadastrar?

É preciso que uma pessoa da família seja responsável por responder às perguntas da entrevista de cadastramento. Essa pessoa deve ter pelo menos 16 anos e, de preferência, ser uma mulher. Todas as pessoas que moram na mesma casa e dividem renda e despesas devem ser cadastradas em uma mesma família.

Documentos obrigatórios para o cadastramento:

Para o responsável pela família: CPF ou Título de Eleitor;

Indígenas podem apresentar o Registro Administrativo de Nascimento Indígena (Rani) ou qualquer outro documento oficial de identificação.

Quilombolas também podem apresentar qualquer documento oficial de identificação.

As outras pessoas da família devem apresentar certidão de nascimento, certidão de casamento, CPF, RG, carteira de trabalho ou título de eleitor.

Outros documentos que facilitam o cadastramento são: comprovante de residência, de preferência a conta de luz; comprovante de matrícula escolar das crianças e jovens até 17 anos. Se não tiver comprovante, leve o nome da escola de cada criança ou jovem; e a carteira de trabalho.



Gostou desta matéria? Então Compartilhe!

Voltar

Rua Brigadeiro Rocha, 2777 - Centro, CEP: 85010-210 - Guarapuava - Paraná - Brasil

Fone: (42) 3621-3000

Horário de Atendimento: 12:00 - 17:00

Youtube    Facebook    Instagram
CFW Agência de Internet